Insights para sua Transformação Digital

Como aplicar a jornada de dados nas empresas?

Você já ouviu falar em cultura de dados?

Atualmente, os dados giram em torno dos avanços tecnológicos, mas, muitas empresas ainda não se deram conta do que essa jornada pode proporcionar.

Com uma mentalidade centrada e direcionada para a ciência de dados, é possível melhorar cada área da organização. Neste conteúdo, iremos falar sobre a importância e como aplicar a jornada de dados na sua empresa.

Boa leitura!

Por que a jornada de dados é tão importante?

As empresas necessitam pensar sobre a coleta de dados, como transportá-los, protegê-los e armazená-los, mas também, como fazer com que sejam enviados.

Essas informações fazem com que a jornada de dados seja um passo importante, afinal, tudo deve ser encaminhado para as plataformas corretas. Permitindo processamentos e análises capazes de identificar aquilo que é válido.

Podemos entender a jornada de dados como fundamental para transformar informações em inteligência de negócios. Assim, adquirindo insumos importantes para o momento de tomada de decisões.

Com um mercado cada vez mais tecnológico, os dados se tornaram fundamentais para as organizações, seja qual for o porte, tipo ou setor. Eles são simplesmente os maiores ativos empresariais, juntamente com produtos e serviços.

Como entender a jornada de dados

Conhecida como Cultura Data Driven, é o momento em que a empresa incorpora o uso de dados para as tomadas de decisões.

Isso quer dizer que, se baseia em uma longa jornada, indo da compreensão do negócio, captura de dados até uma análise completa de todas as áreas.

Porém, para entender essa jornada e fazer com que ela gere bons resultados, é preciso compreender as suas necessidades. E só assim traçar os objetivos que devem ser atingidos.

É preciso que haja investimentos em cada setor, para que as pessoas tenham acesso a treinamentos especializados.

De forma geral, é um processo de transformação cultural, e atua para que os dados sejam convertidos em informações relevantes, para serem utilizados de forma estratégica.

Assim, as empresas conseguem tomar as melhores decisões.

Como aplicar a jornada de dados nas empresas

Uma cultura de dados não vai se formar sozinha, com isso, se torna fundamental entender maneiras que auxiliem na criação dessa jornada.

A seguir, confira 5 dicas importantes que vão te ajudar na hora de promover essas ações na sua empresa. Acompanhe!

#1 Coletar os dados que a empresa já possui

Toda e qualquer empresa tem seus próprios dados. O primeiro passo para aplicar a jornada, é justamente utilizar as informações que a sua instituição já tem

Coletar esses dados, irá reunir informações de todos os sistemas, planilhas, ERPs, CRM, ou qualquer outro tipo de dado. O foco é manter os pipelines de entrada organizados.

#2 Enriquecer os dados com outras informações relevantes

Além dos dados da própria empresa, são utilizados integrações com Internet das Coisas, dados de Sell-Out e dados ainda não explorados.

Outros dados também são relevantes e podem ser acessados pelas mais diversas formas. Por exemplo, por meio de sites públicos, estudos do mercado, pesquisas para extrair dados com e-mail marketing, redes sociais ou  textos públicos, vídeos e áudios de podcasts.

Essas informações são estruturadas, correspondendo a 80% dos dados da empresa, com isso, necessita de estrutura para as próximas etapas. Mantenha-os sempre organizados e em mãos confiáveis.

#3 Centralizar toda a coleta da jornada de dados

Nessa etapa, existe o fluxo de dados confiáveis, onde devemos montar uma estrutura e assim acabar com os silos de dados detectando anomalias.

O processo recebe o nome de Data Quality, e visa garantir que os dados cheguem corretamente nas decisões estratégicas da empresa. Lembre-se sempre que a qualidade das suas aplicações, são frutos da qualidade dos seus dados.

#4 Catalogar os dados

Nada mais é do que a criação de um repositório seguro em escala corporativa de todos os dados que a empresa disponibiliza para análise.

Com isso, é oferecido aos consumidores um único catálogo para encontrar, entender e obter insights de qualquer fonte de dados corporativa.

Montado em plataformas de segurança de dados e com recursos de governança, é possível integrar facilmente toda e qualquer ferramenta que gerencia os dados;

Promovendo escalabilidade, confiabilidade e desempenho dos níveis empresariais, oferecendo assim um crescimento exponencial da empresa.

#5 Selecionar as melhores ferramentas de análise de dados

Aqui as ferramentas são as mais diversas: desde testes a/b para identificar o melhor logo, até recursos de CRO para identificar a performance do site.

Atualmente as áreas de negócios contam com novas necessidades. E por este motivo se faz necessário o compartilhamento e catalogação dos dados para se ter liberdade em um cenário que não para de mudar.

Essa etapa é a mais importante, pois cria novas visões sem depender do TI, baseando-se em dados e permitindo que a empresa faça parte definitivamente de uma jornada de dados.

Esperamos que tenha entendido e aprendido bastante sobre a jornada de dados nas empresas. Continue turbinando seus conhecimentos enfrentando os principais desafios da jornada de dados!

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Outros artigos:

Transformação Digital em pauta no Netday Sebrae Caxias

No #Netday do Sebrae Caxias muita troca de informações e contato entre os participantes. Com o diálogo explorando o tema das possibilidades geradas com a nova economia, o CEO da @introduceoficial, Esdras Moreira palestrou.
E provocou que a troca de expertise se ampliasse, em dinâmica que pôs o público para agir. Concluiu com o recado: “tudo são vantagens transitórias”.
Agradecimento ao Sebrae Caxias, em especial @alcircardoso por abrir as portas da nova sede. E ao CDL Caxias @cdlcaxias
#TransformaçãoDigital #novaEconomia #dinamica #introduceRS

Leia Mais »