Insights para sua Transformação Digital

Quais são as profissões em alta no ramo tecnológico?

A tecnologia é a onda do momento, e a tendência é que com o tempo novas profissões passem a surgir graças às diversas criações e inovações que são construídas todos os dias.

Se você perguntar para uma criança que nasceu em 2010 sobre um ioiô ou um peão, é bem provável que ela não saiba do que se trata, mas pergunte sobre o novo jogo do momento ou da nova dança do TikTok é bem possível que ela te dê uma aula.

Além disso, serviços comuns como caixas de mercado, atendimento a farmácias e até o trânsito de carros do dia a dia estão sofrendo influência diária dessas novas tecnologias que tem como objetivo facilitar a vida das pessoas.

Daqui a alguns anos é bem possível que quando um mestre de obras for fazer a manutenção em telhados industriais ele utilizará um robô que passará um scanner e automaticamente identificará todas as defasagens presentes no ambiente.

A verdade é que nesse exato momento diversas empresas já estão contratando pessoas especializadas em diversos setores da tecnologia que envolvem desde a comunicação até a programação de sistemas.

É bem provável que nossos netos jamais precisarão pegar em um manual de instruções para fazer a instalação de ar condicionado residencial ou quem sabe uma boa e velha enxada para capinar aquela calçada descuidada.

No artigo de hoje, falaremos sobre quais são as profissões em alta no ramo tecnológico. Esteja atento para não realizar nenhum curso que venha a te frustrar nos próximos anos.

A Linguagem de Programação JavaScript

Antes de falarmos das profissões em específico deixamos destacados um conhecimento necessário para toda e qualquer pessoa que deseja trabalhar com tecnologia nos dias de hoje.

Existem muitas linguagens de programação desde as mais simples até as mais complexas, mas no Brasil e no mundo especificamente a linguagem Javascript abre muitas das primeiras portas.

Os sistemas brasileiros são manuseados por muitas pessoas e comportam muita gente. A burocracia é grande, por isso, softwares são necessários para lidar com a alta demanda e pessoas para lidar com tanta informação.

Falaremos de diversas profissões da tecnologia e praticamente todas elas exigirão o conhecimento de alguma linguagem. O JavaScript é a mais utilizada e consequentemente a que mais será exigida em vagas iniciais como estágio, júnior e até trainee.

Desde uma empresa que vende chuveiro de emergência lava olhos até uma startup que deseja criar um aplicativo de baladas. É bem possível que o conhecimento dessa linguagem seja exigido em primeiro momento.

Se você deseja iniciar seus estudos e entrar rapidamente no mercado de trabalho, estude essa linguagem de programação e busque meios de certificar-se nela.

Analista de Desenvolvimento de Sistemas

A primeira profissão é o chamado ADS ou Analista de Desenvolvimento de Sistemas. Esse profissional trabalha desde o início de um sistema, até sua testagem e manutenção. Por isso, saiba que é um dos cursos mais buscados nos últimos anos.

Os salários são bem variados, mas a projeção de crescimento é acelerada comparado a outras profissões. O interessante é que são apenas 18 meses para certificação e os valores são considerados acessíveis em diversas universidades.

Você sairá com o curso técnico completo e dependendo da sua experiência trabalhar em diversos setores como Startups, na Tecnologia da Informação de diferentes empresas e como desenvolvedor de alguma empresa de tecnologia como um HealthTec ou Startup.

Os salários iniciais variam de R$2000,00 e não tem limite a depender do seu local de trabalho e experiência. A depender do caso você pode até fazer uma gestão tecnológica de até mesmo uma construção reforma engenharia civil.

Cientista de Dados

Aqui já estamos falando de um bacharelado de duração de 4 anos ou 48 meses. O cientista de dados obtêm um pouco de software e hardware em sua complexidade, mas o foco é em simplificar tudo.

Enquanto o desenvolvedor de sistemas cria, o cientista pensa em diferentes maneiras de facilitar o trabalho dessas pessoas. O salário pode alterar muito, mas o primordial é a possibilidade de trabalhar em diferentes áreas.

Um cientista de dados pode ser um excelente desenvolvedor e está certificado para realizar tal tarefa, assim como também pode ser um analista e até um líder de equipe. As possibilidades são muitas, mas o conhecimento aprendido é mais acadêmico do que prático.

Engenheiro da Computação

O engenheiro é a mente pensante de toda uma equipe. A formação é focada na liderança de equipes e cargos de gestão. Seja com dados analíticos ou gestor de projetos novos. As possibilidades são infinitas e é a graduação mais cansativa dentre as demais.

São 60 meses de estudos que envolvem muita matemática e física em níveis avançados, além de um conhecimento intenso de software e hardware.

Mas certamente são os profissionais que o mercado busca para contratação, seja desde uma empresa terceirizada de limpeza de escritório até mesmo um supermercado. Pois, hoje em dia todos os ramos de empresas precisam de um setor digital para otimizar os processos.

Normalmente escritórios como a NASA e a Google buscam por profissionais dessa qualificação. Em entrevistas mais avançadas para cargos de diretoria. A graduação na engenharia da computação costuma sobrepor-se às demais.

Engenheiro de Dados

Não existe uma graduação específica de engenharia para lidar diretamente com dados. Um engenheiro de produção, computação, civil e mecânico se tiverem conhecimento avançado em dados podem lidar estar aptos a essas vagas.

Assim também como uma pessoa formada em administração ou até ciência da computação. Essa pessoa vai lidar diretamente com toda a parte estratégia de apuração, compilação, filtragem e aplicação de estratégias que envolvem dados da empresa.

Exige um conhecimento analítico com números e costuma ser muito bem remunerada. Muitas empresas estrangeiras estão em busca de brasileiros para realizar essa função. O motivo? Elas pagam em dólar ou euro, moedas mais valorizadas que o real.

Isso significa que podem oferecer um salário de 10 mil dólares, o que é um ⅓ do que alguém receberia nos EUA.

Mas para o brasileiro é um valor considerável, sendo um valor alto que apenas empreendedores como um dono de uma empresa de instalação elétrica industrial bem sucedida arrecada.

Recrutadores On-line

Fugindo um pouco dos trabalhos focados em desenvolver tecnologia, esse é o primeiro exemplo de profissão que surgiu com o advento da pandemia e que tende a crescer exponencialmente com o passar do tempo.

Estamos falando de pessoas formadas em administração ou até recursos humanos que são conhecedores plenos da arte do recrutamento e processo seletivo, mas que sabem utilizar muito bem a tecnologia ao seu favor.

São profissionais capacitados, buscando por pessoas para assumirem cargos em empresas de diversos ramos, desde empresas de laudo de engenharia elétrica até mesmo grandes empresas multinacionais.

Ou seja, para ser um ótimo profissional nessa área é fundamental desenvolver estratégias para lidar bem com estratégias de contratação como leitura de perfis online, filtragem de currículo e utilização de softwares para gestão de candidatos.

As empresas estão cada vez mais terceirizando esse tipo de serviço e contrastando empresas com esses profissionais. Talvez você tenha esse perfil. Por que não olhar? O salário é um pouco mais do que esses profissionais costumam receber normalmente.

Moderadores de Streams

Os diferentes tipos de streams chegaram e estão para ficar. Enquanto uma pessoa transmite um jogo ou uma conversa, as pessoas ficam responsáveis por fazer a moderação do chat. Eles são os chamados moderadores e fazem diferentes serviços como:

  • Fazer a divulgação de produtos na live;
  • Moderar o chat evitando mensagens abusivas;
  • Responder perguntas e orientar o público;
  • Facilitar a vida do streamer realizando tarefas na live.

Esses são só alguns dos exemplos que são normalmente pedidos para pessoas que lidam com serviços de streaming todos os dias. O salário vai depender muito de quem você está sendo o moderador. Quanto maior o streamer, maior a remuneração.

Considerações Finais

Se você está com sua bebida apoiada em um guarda corpo de alumínio para varanda pensando no que fazer no futuro, saiba que até o momento grande parte dessas áreas de tecnologia precisam apenas de pessoas que saibam realizar o que deve ser feito.

As certificações são importantes para trabalhos mais tradicionais como bancos que pagam super bem, mas são obrigados a pedir certificações para trabalho. Estude uma linguagem de programação e busque vagas em startups com pessoas interessadas em desenvolver.

Faça o seu trabalho, ganhe o seu espaço e esteja constantemente estudando sobre o mercado. Muitas pessoas da área da tecnologia acabam ficando desatualizadas. Estamos falando de uma área estilo a medicina que se renova todos os dias.

Estar atento às inovações do mercado, as oportunidades e conhecer pelo menos o mínimo de tudo que é pedido no mercado é algo primordial no momento de realizar uma boa entrevista e conseguir ganhar destaque nessas profissões que estão super em alta.

Há muito trabalho a fazer e dinheiro para conquistar. Tenha o seu espaço e siga firme!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Outros artigos:

Sua empresa não tem antivírus? Saiba que riscos ela está correndo

Sua empresa não tem antivírus? Nos dias de hoje, algumas pessoas ainda se dão ao luxo de usar computadores pessoais sem antivírus, provavelmente por não manterem absolutamente nenhum arquivo importante na máquina. Por outro lado, quando falamos do mundo corporativo, é inimaginável pensar em um cenário em que ele não seja utilizado. Achou curioso? Pois saiba que vírus de computador pode não apenas causar uma severa perda de dados para a sua empresa, mas iniciar situações que podem acarretar muitos prejuízos para o seu negócio.

Leia Mais »