Insights para sua Transformação Digital

O que é preciso saber sobre BPM, BPMS, BPMN?

Se você gosta de negócios e gerenciamento de processos, deve estar familiarizado com acrônimos como BPM, BPMN e BPMS. Mas você realmente sabe o que eles significam?

 

 

Ser capaz de diferenciá-los é importante para desenvolver uma estratégia de negócios eficaz e levar à melhoria contínua do seu negócio.

 

 

Este artigo fornecerá uma visão geral do significado de cada termo e como aplicá-los. Esperamos que você aproveite essa leitura!

 

 

O que é BPM?

 

 

Para explicar a diferença entre BPM, BPMN e BPMS, vamos falar primeiro sobre BPM. Resumidamente, é um acrônimo que significa Business Process Management.

 

 

É um tema conhecido em todo o mundo, criado a partir da combinação de gestão empresarial com técnicas e ferramentas. Portanto, BPM inclui tecnologia e visa identificar, analisar e otimizar processos nas organizações.

 

 

É um tema de gestão que alinha as estratégias, tecnologia e objetivos da empresa com as necessidades dos clientes por meio de um foco de ponta a ponta nos processos.

 

 

O BPM é uma forma de visualizar as operações do negócio e vai além das estruturas funcionais da empresa. Inclui todo o trabalho necessário para entregar um produto ou serviço, mantendo sempre no cliente a parte mais importante do processo.

 

 

O BPM pode ajudar se o seu negócio tem como objetivos estratégicos aumentar a produtividade, reduzir custos, evitar desperdícios ou erros na produção, criar mais valor para os seus clientes, reduzir a burocracia interna, entre outros.

 

 

O que é BPMN?

 

 

Enquanto isso, o BPMN é a sigla para Business Process Modeling and Notation. É basicamente o conjunto de símbolos ou ícones que padroniza a representação dos elementos graficamente para facilitar o entendimento. Ou seja, o BPMN é uma linguagem de modelagem visual que utiliza símbolos para representar os fluxos dos processos em um negócio, tornando-os padronizados e compreensíveis por diferentes áreas de uma empresa.

 

 

O BPMN é apoiado pela OMG (Object Management Group), organização que estabelece padrões para sistemas de informação.

 

 

O objetivo do BPMN é ser profundamente compreendido por todos os funcionários, não apenas pelos profissionais de TI ou processos. Ao contrário dos fluxogramas, o BPMN possui recursos mais abrangentes e é capaz de representar os processos de forma mais precisa.

 

 

Qual é a diferença entre BPM e BPMN?

 

 

Enquanto o BPM é um assunto, ou uma filosofia de gestão que pode ser aplicado a negócios, o BPMN é uma notação padrão oficial criada por este assunto, que é usada em todo o mundo.

 

 

Ou seja, o BPMN tem como objetivo apoiar visualmente e padronizar a implementação da gestão dos processos de negócio. Sendo o conjunto de símbolos e representações gráficas que, juntos, mostram todo o fluxo do processo, suas atividades, eventos, gateways, conexões e outros elementos.

 

 

Portanto, embora seja popularmente conhecido como metodologia BPMN, na verdade não é uma metodologia, mas uma notação.

 

 

O que é BPMS?

 

 

O BPMS é o Business Process Management Suite (ou System), que é o software que mapeia, automatiza, executa e monitora processos, utilizando o BPM em todas as suas etapas.

 

 

Tecnologia da Informação dá suporte e permite organizar processos complexos para tornar as atividades da empresa mais bem-sucedidas e rápidas, tanto no nível estratégico quanto operacional.

 

 

Com o software, as empresas podem ter todos os seus processos mapeados e automatizados, tornando-os mais transparentes e disponíveis para todos os envolvidos nas tarefas. Assim, as seguintes tarefas tornam-se mais fáceis.

 

 

  • Processos de controle de ponta a ponta.
  • Identificar gargalos específicos.
  • Priorizar processos, de acordo com suas necessidades.
  • Ganhar escala com o software automatizado.
  • Estabelecer metas e KPIs.
  • Estabelecer padrões de qualidade.
  • Criar relatórios, gráficos e dados avançados em tempo real.
  • Conectar o fluxo de trabalho em diferentes departamentos e sistemas.
  • Acelerar a tomada de decisões.
  • Criar protótipos e experimente soluções (tempo de colocação no mercado).

 

 

É importante mencionar que, para atingir os resultados acima mencionados, é necessário explorar ao máximo o seu BPMS. Você não deve se limitar apenas à modelagem e documentação, mas também incluir automação em seus processos de negócios.

 

 

Qual é a conexão entre BPMN e BPMS?

 

 

O BPMN é a representação de modelagem de processos em BPMS, usada para automatizar os processos e torná-los compreensíveis para todas as pessoas envolvidas. É ainda possível aplicar a notação em qualquer etapa do BPM para dar suporte ao ciclo de melhoria contínua.

 

 

Em outras palavras, você pode usar BPMN no BPMS quando quiser:

 

 

  • Automatizar processos com o mínimo de ajuda de um profissional de TI.
  • Trabalhar processos de modelo de ponta a ponta.
  • Alterar um processo após identificar gargalos.
  • Adicionar novas regras de negócios.

 

 

No BPMS, é ainda possível determinar os responsáveis ​​por cada processo para manter o controle e a gestão da execução.

 

 

Por que você deve adotar BPM, BPMN e BPMS em sua empresa?

 

 

A maioria das empresas hoje em dia é verticalizada e dividida em departamentos, como logística, marketing, finanças, de acordo com as áreas de atuação dos profissionais. Este é um efeito natural de iniciar um novo negócio.

 

 

No entanto, com o tempo, essa divisão de departamentos pode criar ruído de comunicação entre as áreas. Como resultado, cada equipe passa a ter suas próprias visões e objetivos diferentes e a gestão do negócio como um todo se torna fragmentada. Isso pode dificultar o alcance dos objetivos estratégicos.

 

 

Em uma organização orientada para processos, os indicadores não se baseiam nos objetivos de cada departamento, mas na forma como esses departamentos contribuem para cada processo. O foco está no desempenho do processo, não no departamento.

 

 

Cada uma dessas áreas pode ter seus sistemas especialistas, como o BPMS e é possível integrá-los em um mesmo ambiente de nuvem tecnológica .

 

 

Quando você executa, reprojeta e monitora processos, pode identificar os pontos fracos de um negócio e trabalhar neles com mais precisão. O resultado é ter um negócio voltado para o cliente, o que pode representar ganhar mais vantagens competitivas e lucrar.

 

 

Todos os profissionais que pretendem realizar a transformação digital em suas empresas (e em seus processos) precisam saber escolher uma plataforma BPMS que atenda às necessidades de seus negócios.

 

 

Cada empresa tem seus próprios objetivos estratégicos e modelos operacionais. Portanto, é necessário encontrar uma plataforma que possa oferecer soluções de gestão integrada e customizada.

 

 

Contate nossos especialistas através do WhatsApp e encontre a melhor solução de gestão para o seu negócio! Gostou do nosso artigo de hoje? Leia também sobre as 8 dicas práticas para o trabalho remoto da sua empresa.

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Outros artigos:

Por que o DLP do Google Workspace é importante?

Como para tudo sempre há uma solução, o DPL do Google Workspace facilita o manuseio desses dados e ajuda os clientes a evitar a perda de informações, transtornos e impactos a nível de negócio. Continue a leitura do texto e conheça os benefícios do DLP do Google Workspace.

Leia Mais »